Em ato de aniversário Edegar Pretto enfatiza história do PT e faz mobilização regional

O aniversário do deputado estadual Edegar Pretto (PT) realizado na sexta-feira (17) em Palmeira das Missões, se transformou num grande ato de mobilização regional com mais de mil pessoas, com representações de mais de 50 municípios. Marcaram presença os deputados petistas Valdeci de Oliveira, Dionilso Marcon e Henrique Fontana, prefeitos, vereadores, lideranças políticas e de movimentos sociais. Entre os convidados estava o ex-governador Olívio Dutra, que defendeu que o partido não pode ser engolido por um processo que deveria ser transformador em sua origem. “Nós fizemos muito, e ainda temos muito por fazer. Também fizemos coisas erradas, mas a política não pode servir de manobra dos mais espertos. Ela tem que ser a construção do bem comum com o protagonismo das pessoas”, afirmou ao avaliar a situação política do país.

A escolha de Palmeira das Missões foi definida pela coordenação regional do partido, pelo fato do município ser berço histórico do PT e de lutas sociais. A ideia, além de celebrar o aniversário do deputado Edegar Pretto, foi reforçar a mobilização popular regional e mostrar a resistência do partido diante dos recentes acontecimentos no país. Edegar aproveitou para criticar a política que o governo do Estado têm usado para tratar questões como saúde, segurança, educação e agricultura familiar. Também destacou os avanços dos governos Lula e Dilma, e os retrocessos promovidos no país pelo governo golpista de Michel Temer nos primeiros 30 dias. Finalizando, o parlamentar reforçou a necessidade de se preservar a história construída nos 13 anos do governo do PT e dos 36 anos de fundação do partido. “Eles não sabem de onde nós viemos. Quem achou que o PT estava liquidado se enganou. Nossa militância está cada vez mais unida e não vamos abandonar o nosso país no momento que ele mais precisa, pois somos uma geração valente e continuamos de pé”, declarou.

Texto: Leandro Molina (MTE 14614)